quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Bodas de Crizo.


Pois bem:
Elisa e eu faremos 33 anos de casados no próximo dia 14 de fevereiro.
Fui procurar o nome das bodas que íriamos comemorar e achei:
33 anos = Bodas de Crizo.

Alguém sabe por que Crizo?
Então!
Fui procurar nos meus dicionários (tenho sete diferentes dicionários de Língua Portuguesa em casa) e nada.
Logo descobri um sufixo, CRISO, derivado do grego Khrisós, que significa dourado, ou “da cor do oiro”, como ressalta meu Lello de 1927.

Pedi ajuda à minha família toda e ninguém achou a dita palavra a não ser na lista de significado das bodas.
Não consta sequer do Diccionario portuguez e latino, de Carlos Falqonan. - Lisboa : Miguel Manescal da Costa, 1755, disponível na Biblioteca Nacional Digital Portuguesa. Era previsível.
No caso a palavra é de origem grega.
Também procurei no “Vocabulário ortográfico e remissivo da Língua Portuguesa”, de A.R. Gonçalvez Viana, edição de 1914, assim como no livro Tabela de Química,
todos disponíveis na BNPdigital, para o caso de Crizo ser algum metal. Veja nas cópias dos livros abaixo:


Talvez venha a ser a maior piada da língua portuguesa e não conseguiremos descobrir o seu autor.
Quem será que designou Crizo para essas Bodas?
Crizo permaneceu incólume nas listas de bodas, creio eu, somente pelo fato da maioria das pessoas passarem sem comemorações pelos 33 anos de casado, fato cada vez mais raro, aliás.
Comemoram-se bodas de Prata e Ouro e,
se as coisas ainda estiverem razoáveis entro o casal, datas múltiplas de 5 são lembradas com algum afago.
Aliás, é assim na maioria dos países (a minha pesquisa envolveu, além do idioma português, o alemão, espanhol, francês, holandês, inglês, italiano e sueco).
As bodas são anuais até os 15 e quinquenais até os 75.

Nessas listas só existem em comum as comemorações:
12 anos bodas de Seda;

15 anos Cristal;
20 anos Porcelana;
25 anos Prata;
30 anos Pérola;
40 anos Rubi;
50 anos Ouro e
60 anos Diamante.

Somente nas listas em língua portuguesa se encontram comemorações para todos os anos de um centenário, do primeiro ao centésimo.
Na Alemanha, todavia, se comemoram 33 anos e quatro meses, 37 anos e quatro meses e 67 e meio e 72 anos e meio. Por favor, não me perguntem por quê?
E ainda: Na Alemanha, França e Holanda se comemoram aos 33 anos as Bodas de Pórfiro, uma pedra vulcânica de aparência melancólica e muito longe de ser bonita.
Nos Estados Unidos um moderninho alterou tudo em relação a essas comemorações e criou para a data as Bodas de Ametista.

Ao pesquisar na internet me senti fazendo o trabalho de Sísifo: cada vez que chegava próximo ao resultado, a pedra rolava ladeira abaixo e novamente chegava à estaca zero.

Acho necessário descartar algumas teorias:
A primeira é aquela que trata Crizo por Crisólita, atribuindo a esta pedra a cor amarela e o nome de Topázio. Grande e duplo erro.
A Crisólita é predominantemente verde, assim como a Criso
cola e a Crisoprásio.
Segundo erro: Se há algum tempo houve quem chamasse a Crisólita de Topázio, devemos desculpá-los a falta de informação. Khrisós efetivamente significa dourado, mas gregos não chamavam a
Crisólita de Topázio. Chamavam-no de Topaziu, pedra amarela proveniente da ilha de Topazos. É a pedra de comemoração das Bodas aos 44 anos na Alemanha, França e Holanda. Já os portugueses, para essa data preferiram o Carbonato. Seria para combater alguma azia?

Seria então o Crisólito o Crizo? Talvez seja a definição mais próxima; trata-se mesmo de uma pedra amarela. Crisólito é traduzido para o inglês como Ametista (lembram do americano moderninho?) e a Ametista, mesmo roxa, efetivamente se transforma em uma pedra dourada se aquecida. Seria o Crizo, de Khrisós? Não. Ametista significa, em grego, “não intoxicar” e a ela se atribuía o dom de evitar a embriaguês.

Deixo-os a vontade para sua livre interpretação.

A única certeza que eu tenho hoje é a seguinte: CRIZO, por si só, NÃO EXISTE!
Alguém passou o breu em nós.

Pela absoluta falta de um padrão e um significado válido, proponho que se altere a comemoração para, por exemplo, Bodas de Cachaça, daquelas douradinhas, curtidas no carvalho, só para não fugir da cor.

Afinal, como dizia meu pai, quem vive tanto tempo junto merece tomar uma.





25 comentários:

dalia disse...

Oi Arnaldo,
Gostei da sua descoberta do CRIZO
Minha nota para ti É CRIVEL.
Estou lendo seu livro O Escritor e o Fantasma. O Giácomo é um homem comum para sua idade e quer praia , silêncio e precisa de muita imaginação e descobrir logo quem é o fannntasssmaaa.
Estou iniciando a página 93 O INCENSO.
Paz na mente e Luz no te coração

Dalva

Arnaldo Onça disse...

Grato Dalva.

Que bom que você me avaliou tão bem.
Espero que você se divirta com o Giácomo e com o ....

Onça

Vânia disse...

Senhor autor.

seus comentários foram, no mínimo, hilários.

Estava procurando descobrir sobre as bodas que, por coincidência, também farei no dia 14 e fiquei muito satisfeita por sua resposta.

Gostaria de saber sobre este livro que foi comentado, o que é e onde posso encontrá-lo.

Vânia Maria Fernandes

Arnaldo Onça disse...

Olá Vânia!

Grato por seu comentário.

O livro que foi citado pela Dalva se chama "O Escritor e o Fantasma", uma história de um escritor que muda, sem saber, para uma casa assombrada por fantasmas.
Pode ser encontrado na Livraria Cultura, sob encomenda, ou nas Edições Inteligentes, www.edicoes.com.br

grato mais uma vez pelo comentário.
Arnaldo

Fernanda disse...

Arnaldo! Você é fantástico! E sua pesquisa... mais ainda!
Felicidades ao casal! Eu, que me caso em junho, espero comemorar as bodas de cachacinha!!!!
Um beijo Fernanda Marino

Arnaldo Onça disse...

Muito bom Fernanda.

A primeira dica para chegar nas bodas de cachaça é... tomar uma cachaça, socialmente.
a segunda é não se preocupar com o tempo; a vida enche esse espaço.
a terceira é não se preocupar em chegar; uma grande caminhada começa com o primeiro passo (provérbio chinês) e se compõe dos demais passos, cada um a seu tempo (provérbio felino).
Que beleza seu blog. já coloquei no link ao lado.
Beijos
Onça

Umberto Urban disse...

Olá, gostei das pesquisas sobre as "bodas de crizo" e também da sugestão final. Parabéns. Um abraço.

Umberto Urban

Anônimo disse...

Arnaldo,
Da mesma forma que você estive pesquisando o significado para preparar as bodas dos meus pais.
Acredito que talvez o significado pode vir do grego chrysos que na verdade quer dizer "dourado". Ele é usado na definição do mineral crisoberílio (dourado+gema de cristal). Com o passar do tempo talvez tenha obtido uma grafia diferente...mas continuarei na busca.
Abraços

Arnaldo Onça disse...

Pela primeira vez publico um comentário Anônimo no meu Blog, com o objetivo de adicionar mais uma pesquisa ao texto.
Sem embargo, o Crisoberilo também é uma pedra que até mesmo pode ser amarela. E também verde, cinza, marron e até mesmo azul.
Mas não é o Crizo, puro e simples...

Cesar disse...

Estarei completando amanhã, di30.10, 33 anos de casado, e nunca havia ouvido falar sobre "Crizo", li um pouco na net, e refletindo cheguei a uma encruzilhada, 33 anos, idade de Cristo, não seria algo relativo a isso?
Deixo a pergunta no ar, se alguem conseguir chegar a uma resposta.
Abraço

César A. Tonini

Arnaldo Onça disse...

Olá Cesar!

Mais lenha na fogueira, embora eu não possa ver essa associação. Ás bodas sempre se atribuiu o nome de um bem material, na esperança do casal em receber um presente específico.
Fica minha sugestão de brindar com uma caninha.
Parabéns ao casal.
Arnaldo Onça

jotapeh9907 disse...

Olá rnaldo!
Li o que voc~e escreveu sobre bodas de Crizo no site Cassilandianews. Gostei visitei seu blog e me tornei seu fã
Grande escritor
Vou adquirir suas obras
Parabéns
Muito sucesso!

Anônimo disse...

Olá, Onça! sou a Edna da UNIMARCO.
Abraços pra Elisa (fomos colegas do curso Fernando Pessoa e a Problemática da Criação Poética.
Você foi meu professor de Teatro.
Então já fizeram 34 anos de casados. Não vejo vocês desde o dia do casamento.
Fico feliz pela possibilidade de saber de vocês pelo Blog.
Felicidades! 07/03/2010

Arnaldo Onça disse...

Olá Edna!

Lembramos de você instantaneamente.
Que saudades.
Vamos conversar sobre esse tempo todo que não nos vemos.
Clique no Onça Turismo abaixo e nos mande um e-mail através do contato.
Abraços
Onças

Robson disse...

Boa critica, parabéns pela pesquisa!

Observação: O link da postagem é o primeiro se digitar "Crizo" no google! rssss

Anônimo disse...

Olá Arnaldo,obrigada pelas suas informações,pois fui informada que aos 33 anos de casada eram bodas de crizo, então vim ver o que significa. Deve ser coisa boa, e a sua descoberta me foi muito util. Agradeço e fica aqui o meu abraço. Liliana

Anônimo disse...

Olá Arnaldo!!!Fiz no dia minhas Bodas de Aço no dia 20.05 passado, e começamos a comentar os siganificados de cada ano no meu trabalho e resolvi fazer uma busca, encontrei um site ou blog, agora não lembro, com até os 100 anos de casamento. Muitos anos me deixaram "mais perdida que cego em tiroteio" e resolvi, novamente procurar seus significados,até me dar de frente com essa pedra ou sei lá o que é, pois também não achei o que é o dito CRIZO. Nessa busca encontrei o seu blog, que deveras, está explendido!!!O seu comentário é longo, todavia, vou colocar exatamente o que você escreveu. A propósito, vamo lá na pinguinha mesmo...
Bjos, Sucessos!!!

Nevi

Neri disse...

Há duas semanas estava pesquisando "Bodas" para uma peça teatral, e esta semana fui rever a pesquisa pq fiz 33 anos de casada ontem.
Cheguei a seguinte conclusão:
33 anos era a idade de Cristo quando crucificado...CRUZ.
O homem quer presentear. A mulher, receber o presente. Logo, faço a seguinte sugestão: Um crucifíxo de ouro com topázios amarelos ou de prata com cristal de citrino. :)

Abraços
Néri

LUCILA disse...

ENTÃO, DIA 31/03 FAÇO A TAL BODAS DE CRIZO. QUERENDO SABER O SIGNIFICADO, NADA ENCONTREI. PIOR, NÃO BEBEMOS A TAL AMARELINHA. PRECISO ENCONTRAR UM MEIO PARA COMEMORAR,POIS, NÃO FOI FACIL CHEGAR AQUI. MAS AGRADEÇO O SEU ESFORÇO PARA NOS AJUDAR! UM GRANDE ABRAÇO!

LUCILA

Pousada Praia do Tombo B & B disse...

Oie, em dezembro/12 faremos 33 anos de casados, e sempre pesquiso cada ano de casamento, como não podia deixar de saber o que é bodas de Crizo e achei esse significado.

Bodas quer dizer promessa
Crizo é uma cor cinza ou cinza de fogo

Eliana Ibanez.

Suzana Dreyer disse...

33 anos é bodas de crizo, que na verdade é uma pedra chamada crisólita.
Crisólita - Origem do nome:
Os gregos a conheciam como "pedra de ouro". As colorações variam do amarelo ao verde.
História: Chamada de Topázio pelos antigos, a Crisólita era um pedra importante para os Egípcios que diziam que a "Ilha da Serpente", no Mar Vermelho, era vigiada por guardiães que matavam livremente quem roubasse pedras sem autorização. A crisólita era minerada após o anoitecer, quando se revelava por sua radiância: o lugar era marcado e os mineradores voltavam no dia seguinte para retirá-la.
Diz-se que a Crisólita incrustada em ouro, dissipa os terrores da noite. Sua reputação de espantar espíritos malignos, provavelmente deve-se em parte à sua associação com o sol, cujos raios de vida dispersam os poderes da escuridão.

Arnaldo Onça disse...

Olá Suzana Dreyer!
Eu fiz essa postagem no blog justamente para as pessoas não cairem no engodo da Wikipédia, de onde você tirou esse texto acima.
volto a insistir no trecho:
Acho necessário descartar algumas teorias:
A primeira é aquela que trata Crizo por Crisólita, atribuindo a esta pedra a cor amarela e o nome de Topázio. Grande e duplo erro.
A Crisólita é predominantemente verde, assim como a Crisocola e a Crisoprásio.
Segundo erro: Se há algum tempo houve quem chamasse a Crisólita de Topázio, devemos desculpá-los a falta de informação. Khrisós efetivamente significa dourado, mas gregos não chamavam a Crisólita de Topázio. Chamavam-no de Topaziu, pedra amarela proveniente da ilha de Topazos.

Abraços
Arnaldo

Claudia Lins disse...

É o seguinte, também fizemos a tal bodas de Crizo, o importante é comemorar, pois 33 anos não é para qualquer um! e se a Familia está em primeiro plano, já é um ótimo exemplo para os nossos jovens!
Gostei muito do seu blogue! Parabéns !
A propósito, eu adoro viajar!

Quando puder, visite o meu blogue:


Claudia Lins disse...

É o seguinte, também fizemos a tal bodas de Crizo, o importante é comemorar, pois 33 anos não é para qualquer um! e se a Familia está em primeiro plano, já é um ótimo exemplo para os nossos jovens!
Gostei muito do seu blogue! Parabéns !
A propósito, eu adoro viajar!

Quando puder, visite o meu blogue

Eloah disse...

Fiquei fã!